Make your own free website on Tripod.com

Estatuto do Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas

Art. 1 – Da Diretoria

 

O Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas conta com os seguintes cargos administrativos de diretoria, em número passível de flutuações dependendo do interesse, disponibilidade e aprovações em provas teóricas. Serão de dez (10) a quatorze (14) os integrantes da diretoria dispostos da seguinte maneira:

 

·                 Um Presidente, cujas atribuições dizem respeito à sempre bem informar toda a comunidade acadêmica da Unimar de forma ampla e irrestrita, com tempo hábil das programações e datas científicas do Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas.

·                 Um Vice Presidente, que tem por funções auxiliar o Presidente e elaborar a Ata de reuniões científicas.

·                 Um Tesoureiro, que será o único membro com autoridade para o manuseio dos proveitos econômicos do órgão científico.

·                 Um Diretor de Responsabilidade e Atribuições de Caráter Científico.

·                 Um Diretor de Responsabilidade e Atribuições de Caráter Jurídico.

·                 Um Diretor de Responsabilidade e Atribuições Voltadas para o Intercambio Científico

·                 Todos os demais membros têm por atribuição ajudar aos demais Diretores, que estejam por quaisquer razoes impossibilitados de executar suas atribuições.



 

A Diretoria composta deverá ser modificado na integra a cada cinco meses, porém caso não ocorram candidatos novos os mesmos integrantes poderão permanecer por tempo indefinido.




 

Art. 2 – Da Instituição



 

O Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas não tem quaisquer fins lucrativos ou assistenciais, podendo, desde de que, por votação majoritária de cinqüenta por cento mais um, decidir sobre sua participação em campanhas públicas de saúde e (ou) ambulatoriais.



 

Tem portanto a primordial função de formação e integração dos alunos à Disciplina de Cardiologia latu sensu, incluindo as áreas de clínica, cirurgia, hemodinâmica e quaisquer outras cujo enfoque seja o estudo de moléstias cardiovasculares, de modo a estimular o estudante acerca dos mais diversos aspectos da área cardiovascular; 

Ø      congregar acadêmicos do curso médico interessados no aprendizado e desenvolvimento técnico-científico da cardiologia latu sensu;

Ø      contribuir na formação médica dos seus membros durante o curso de graduação;

Ø      incentivar estudos, pesquisa científica e tecnológica sobre a cardiologia;

Ø      manter intercâmbio científico e associativo entre as escolas médicas, criando um espaço para trocas de experiência entre os diversos alunos filiados à sociedade;

Ø      estimular a produção científica dos seus membros; 

Ø      manter os acadêmicos atualizados sobre as novas tendências na área de cardiologia através de Congressos, Encontros, Jornadas, Simpósios, Cursos e demais atividades, de forma a interagir os anseios dos estudantes com conhecimentos modernos e atualizados

.



 

Os Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas é aberto a todos os alunos de Medicina da UFPE, bem como a todos os alunos de áreas afeitas a saúde sem quaisquer discriminações de raça, sexo, cor, religião, condições socioeconômicas e culturais ou opções sexuais.



 

A Instituição contará ainda com inscrição em personalidade jurídica, conta bancaria aberta em nome de pessoa jurídica.



 

O Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas conta com no mínimo um médico com o título de Especialista em Cardiologia conquistado por prova teórica e oral junto a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC). Compete a este coordenador nomear outros professores colaboradores desde de que devidamente titulados.



 

O Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas deverá ter site próprio na Internet e tentar apoio e filiação de outras ligas de cardiologia e da própria SBC.



 

Ficará a critério do Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas a organização de Simpósios e eventos multidisciplinares.



 

Não há previsibilidade de término da Instituição, caso força maior de extinção da Universidade Federal de Pernambuco, morte ou demissão sumária por justa causa dos corpos discentes e docentes.



 

Nestas situações extremas o patrimônio seria revertido de imediato ao Diretório Acadêmico de Medicina da UFPE.




 

Art. 3 – Do Cronograma



 

As datas e reuniões do Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas deverão ocorrer quinzenalmente, com exceções do período de férias ou qualquer outra data de abstenção escolar. Essas datas deverão ser amplamente divulgadas e com grande antecedência aos alunos pelo Presidente vigente.




 

Art. 4 – Dos Aspectos Econômicos

O Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas cobrará uma mensalidade no valor de dez reais, a ser paga somente pelos membros da Diretoria, na primeira reunião do mês. Para que ocorra qualquer mudança de valor, o fato deverá ser submetido à apreciação e contar com a votação dos diretores respeitando-se as cifras de cinqüenta por cento mais um.



 

Somente o Tesoureiro vigente é quem terá acesso a toda e qualquer movimentação financeira, sendo vedada a todos os demais membros da diretoria manusear as finanças do Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas. Toda e qualquer caixa, bem como saques, deverão ser mensalmente e com nota comprobatória, anunciados pelo Diretor Tesoureiro.



 

Todo recurso financeiro da Instituição só poderá ser aplicado em benefícios de melhorias técnicas e educacionais da mesma, sendo vedado sobre quaisquer pretextos usos financeiros outros que fujam dessa premissa.

 

Art. 5 – Da Emissão de Certificados



 

Terão direito a certificados dois tipos de alunos:

 

·                 Aqueles considerados membros efetivos que não faltarem com suas atribuições e nem se ausentarem de suas reuniões científicas, tendo a tolerância de apenas quatro ocasiões no período de doze meses, a contar da data do dia dezessete de setembro de dois mil e dois.

·                 Como ouvinte, aqueles alunos que apresentarem número inferior a dez ausências no período de doze meses.

 

Os certificados serão emitidos com os próprios recursos do Grupo de Estudos e Investigações Cardiológicas